Sábado
19 de Outubro de 2019 - 

Controle de Processos

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Maringá, PR

Máx
33ºC
Min
22ºC
Pancadas de Chuva

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,14 4,14
EURO 4,61 4,62

Home

Empresário musical conversa com Douglas Fabrício sobre o Dia Estadual do Heavy Metal

O deputado Douglas Fabricio (PPS) recebeu em seu gabinete na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), na tarde desta quarta-feira (10), o mexicano residente em Curitiba há 20 anos, Paulo Baron, que empresariou algumas das bandas de rock’n’roll mais significativas do Brasil. Ele conversou sobre o projeto de lei nº 429/2019, apresentado pelo parlamentar, que institui o Dia Estadual do Heavy Metal, para o incentivo à cultura, com o fomento de eventos musicais ligados ao gênero.A data, a ser comemorada anualmente no dia 8 de junho, é uma alusão à obra do cantor, compositor, pianista e maestro, André Matos, vocalista das bandas Viper, Angra e Shaman, morto há pouco mais de um mês, aos 47 anos. “André Matos representa, para os fãs, cultura. Ele foi formado maestro de música clássica. Tudo que ele aplicou na música tinha base erudita. Estas bandas, entre as maiores da América Latina, têm seguidores no mundo todo e seguem fazendo sucesso no Japão, Europa e Estados Unidos”, explicou Baron, amigo do músico.“Quando estive pela primeira vez em Curitiba, em 1993, a capital era reconhecida nacionalmente por ser experimental. Dizia-se que se uma banda fosse aceita no Paraná, seria aceita no país todo. O Dia Estadual do Heavy Metal me remete a esta época, de referência à cultura e qualidade musical. Se o projeto representa as pessoas que sentem esta música e dá expressão a elas, é muito válido”, falou Paulo Baron.Para Douglas Fabricio, o Dia Estadual do Heavy Metal, além do incentivo à música e à cultura, fomenta o turismo e o desenvolvimento econômico do Paraná. “Um dia especial movimenta, em eventos e shows, um fluxo de pessoas, muitas de outras cidades e estados. Isto faz girar o fluxo em hotéis, casas de shows e de espetáculos, por exemplo”, afirmou. “Pedimos o apoio de empresários deste ramo, como o Paulo Baron, para que este projeto ajude o Paraná a incentivar estas atividades em todo Brasil com o foco no desenvolvimento de atividades que gerem empregos e inclusão social”, explicou.
10/07/2019 (00:00)
Visitas no site:  620659
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia